Ex-segurança de Angelina Jolie e Brad Pitt conta como era trabalhar para o ex-casal

Mark Billingham, mas conhecido por Bill, deu uma entrevista para o jornal The Sun e fez algumas revelações sobre o tempo em que trabalhou para o ex-casal Angelina Jolie e Brad Pitt.

Bill que foi guarda costa do casal durante 18 meses, está agora entrando para o mundo do entretenimento, em um show intitulado SAS do Channel 4, onde colocará 25 civis em treinamento militar. 

"Esse programa não é para os fracos de coração, diz ele, e uma coisa é certa, Brad Pitt não aguentaria. Ele não duraria muito tempo, porque ele não teria qualquer creme para passar no rosto, seria muito suado e desconfortável para ele. Ele é muito bonito".

"Mas Angie poderia faze-lo. Ela provavelmente seria a unica a permanecer firme até o final. Ela iria coloca-lo para fora.

Quando perguntado sobre seu tempo como guarda costa, ele disse: "Eu era o chefe de segurança da equipe de Brad e Angelina.

"A maior preocupação deles era com o sequestro das crianças. Angie e Brad sempre se preocuparam com quem chega perto de seus filhos. Ficou claro desde o início que tínhamos uma grande química e que eles confiavam em mim com as crianças".

"Estive muito perto, eu estava vivendo com eles o tempo todo. Eu podia levar as crianças em qualquer lugar que eu quisesse. Ninguém mais tinha permissão para fazer isso. Mesmo quando eu queria levar algumas pessoas extras da equipe comigo, eles não deixavam qualquer um deles chegar perto. Eles tinham permissão para olhar para as crianças de uma distância segura, mas não podiam toca-los fisicamente, eu era basicamente um pai para eles, até para a natação eu os levei. "

Os perseguidores eram outro grande problema para o casal. Billy se lembra de um incidente particularmente estranho envolvendo Angelina.

"Tivemos perseguidores em Chicago e Nova York, com os quais eu tive que lidar". 

"Em um dos casos, Angie estava filmando em uma multidão e todo mundo estava sorrindo, exceto um cara. Ele olhava com raiva, ódio. Poucos dias depois, estávamos saindo do set e esse cara veio correndo pela rua com fotos para serem autografadas. Angie queria sair do veículo para atende-lo, mas eu lhe disse que não, fui até ele, peguei as fotos e as levei para ela. Ela ficou espantada no momento em que as viu e me disse: 'Ah meu Deus, essas são fotos pessoais' ". 

"O cara fugiu correndo, mas reapareceu dias depois perto do hotel onde ela estava hospedada, eu tive que mandar prende-lo. Posteriormente descobrimos que ele tinha seguido ela por todo os Estados Unidos". 

"Para mim, esse foi um caso clássico semelhante ao de John Lennon. Sempre que ela estava sozinha nas fotos, ele estava sorrindo, mas quando ela estava com Brad, ele tinha esse olhar irritado em seu rosto."

Billy revela também que estava mais preocupado com as pessoas que perseguiam o Brad do que Angelina: "As pessoas gostam dela, mas odeiam ele.

"Você tem que descobrir uma maneira de protegê-los de tudo isso. Foi um desafio, mas foi interessante". 

Proteger celebridades de fãs enlouquecidos requer um planejamento cuidadoso, mas Billy descobriu também que tinha que proteger a imagem do casal, como por exemplo, levar roupas de troca para o caso deles ficarem manchados ou amassados.

"Não é tanto sobre o lado físico, mas mais sobre o lado social.

"Eu tinha que ter certeza que suas imagens estavam protegidas, que eles estavam vestidos de forma adequada e não fizessem coisas bobas que poderiam ser capturadas na câmera."

A tarefa era mais difícil do que parece, de acordo com Billy, eles, Brad e Angelina não tinha algumas habilidades sociais básicas.

"O que me surpreendeu foi o seu baixo nível de senso comum. Eu achava insano quando eles me perguntavam coisas do tipo: " Como faço para ir até esse bar? ' e 'O que eu preciso fazer para chegar até lá?

"Eles não são estúpidos, mas por causa do mundo em que vivem eles simplesmente não tinham feito coisas normais por tanto tempo. Eu achei isso estranho ".

Além de vigiar e proteger o casal de perseguidores, assassinos e sequestradores, Billy se divertiram com o casal, especialmente com o palhaço do Brad.

"Lembro-em de uma vez, quando eu começará a trabalhar para eles, era aniversário da Angie, estávamos todos sentados dentro do carro, de repente Brad travou todas as portas e peidou, ninguém pôde sair de lá".

Mesmo a muito tempo sem trabalhar fixamente para o casal, Bill ainda faz alguns serviços quando solicitado.

"Eu continuo a fazer trabalhos para Brad e Angie. No ano passado, Angie foi para o Iraque com a ONU e eu cuidei dela de antemão, preparei-a para isso e cuidei de Maddox enquanto ela estava fora."

Sobre o divórcio do casal, Billy finaliza dizendo que está tão chocado com isso como todos os outros.

Comentários