Angelina Jolie: Minha escolha médica

Minha mãe lutou com o câncer por quase uma década e morreu aos 56 anos. Ela viveu tempo suficiente para conhecer os primeiros netos e para poder segurá-los em seus braços. Mas, meus outros filhos nunca tiveram a chance de conhecê-la, e de ver o quão amorosa e graciosa ela era.

Nós temos o costume de nós referir a ela como “A mãe da mamãe,” eu me encontrei tentando explicar sobre a doença que a levou para longe de nós. Meus filhos perguntaram se o mesmo poderia acontecer comigo. E eu sempre disse para eles não se preocuparem, mas a verdade é que eu possuo um gene “defeituoso”chamado BRCA1, que aumenta drasticamente o meu risco em desenvolver câncer de mama e câncer de ovário.

Meus médicos estimaram que eu tinha 87 por cento de chance de desenvolver câncer de mama, e 50 por cento de chance de desenvolver câncer de ovário, apesar deste risco ser diferente em cada mulher. Apenas alguns casos, que resultam de uma mutação genética herdada, desenvolvem câncer de mama. Em média, as mulheres que possuem um defeito no gene BRCA1 têm 65 por cento de risco em desenvolvê-lo.

Uma vez que eu me dei conta de que esta era minha realidade, eu decidi ser proativa e minimizar meu risco ao máximo. Eu tomei a decisão de fazer uma dupla mastectomia preventiva (remover os seios preventivamente). Eu comecei com os seios, já que o risco de eu ter câncer de mama era maior do que o risco de câncer de ovário, e já que a cirurgia é mais complexa.

No dia 27 de Abril, eu terminei os três meses de procedimentos médicos que as mastectomias exigem. Durante este tempo, eu fui capaz de manter isso em sigilo para que eu pudesse continuar com meus trabalhos normalmente.

Mas, eu estou escrevendo sobre isso agora porque espero que outras mulheres possam se beneficiar com a minha experiência. Câncer ainda é uma palavra que provoca medo nos corações das pessoas, e que gera um profundo sentimento de impotência. Mas hoje é possível descobrir por meio de exames de sangue se você é altamente suscetível ao câncer de mama e de ovário, para poder agir.

Meu próprio processo começou no dia 02 de Fevereiro, com um procedimento conhecido como “mamilo poupadores de mastectomia” (nipple delay em inglês), que elimina a doença nos ductos mamários, que se encontram atrás do mamilo, atraindo o fluxo sanguíneo extra para a área. Isso gera um pouco de dor e um monte de contusões, mas aumenta a chance de salvar o mamilo.

Duas semanas depois, eu realizei uma cirurgia de grande porte, onde o tecido mamário e removido e preenchimentos temporários são colocados no lugar. A operação pode levar 8 horas.Você acorda com tubos de drenagem e expansores em seus seios. Você sente como se estivesse em uma cena de filme de ficção científica. Mas, dias depois da cirurgia, você pode estar de volta a uma vida normal.

Eu queria escrever isso e dizer às outras mulheres que a decisão de fazer uma mastectomia não foi fácil. Mas estou muito feliz por ter feito. Minhas chances de desenvolver câncer de mama caíram de 87 por cento para menos de 5 por cento. Agora, eu posso dizer aos meus filhos que eles não precisam ter medo de me perder para o câncer de mama.

É reconfortante o fato de que eles não veem nada que os deixe desconfortáveis.Eles podem ver minhas pequenas cicatrizes, mas isso é tudo. Todo o resto é apenas a mamãe, a mesma que sempre foi. E eles sabem que eu os amo e que farei qualquer coisa para estar com eles, enquanto eu puder. Em uma nota pessoa, eu não me sinto menos mulher. Eu me sinto poderosa pela forte escolha que eu fiz, e que não diminuiu em nada a minha feminilidade.

Tenho sorte de ter um parceiro, Brad Pitt, que é tão amoroso e solidário. Então, para quem tem uma esposa ou namorada que esteja passando por isso, saiba que você é uma parte muito importante no processo de transição. Brad esteve no Pink Lotus Breast Center, aonde eu fui tratada, a cada minuto da cirurgia. Nós conseguimos encontrar momentos para rir juntos. Nós sabíamos que essa era a coisa certa a fazer para a nossa família, e que isso iria nos deixar ainda mais próximos. E deixou.

Para qualquer mulher que estiver lendo isso, espero que ajude você saber que você tem opções. Eu quero encorajar todas as mulheres, especialmente aquelas que têm um histórico familiar de câncer de mama ou de câncer de ovário, a procurar especialistas em informação médica. que podem ajudá-la com relação a este aspecto da sua vida, a fazer suas próprias escolhas com informação.

Eu reconheço que existem muitos médicos holísticos maravilhosos que trabalham com outras alternativas ao invés da cirurgia. Meu próprio regime será publicado oportunamente no website da Pink Lotus Breast Center. Espero que seja útil para outras mulheres.

O câncer de mama mata cerca de 458 mil pessoas a cada ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, principalmente nos países de baixa e média renda. Deve ser uma prioridade garantir que mais mulheres possam realizar testes genéticos e tratamento preventivo, independentemente das condições que vivam. O custo dos testes para os genes BRCA1 e BRCA2, custa mais de 3.000 dólares nos Estados Unidos e continua a ser um obstáculo para muitas mulheres.

Eu optei por não deixar minha experiência de forma sigilosa, porque existem muitas mulheres que não sabem que podem estar vivendo sob a sombra de um câncer. A minha esperança é que, além de serem capaz de realizar o teste genético, é de que aquelas que correm um alto risco saibam que existem fortes opções.

A vida vem com muitos desafios. Aquelas que não devem assustar são aquelas que podemos assumir e tomar o controle.

Texto: The New York Times

Comentários

Mundo Antigo disse…
Gente todos esses meses e a gente não sabia, a Angie estava se subimetendo a graves cirusgias eu não agredito nisso meu deus como a gente não sabia... Angie eu te amo agora vendo na tv, e lendo na internet, me sinto como se tivesse te deixado de lado, pensando em besteiras quando vc estava se submetende a cirurgias, Angie nos seus fans estamos com vc meu amor... Melhoras eu te amo tanto tanto vc é tudo para mim... te amo
Bjs
Luiza
Marcos Vinicius. disse…
Angie eu amo vc..
FORÇAFORÇA.
Roberta Cristine disse…
Angie parabéns pela coragem. Te amo!!!
Roberta Cristine disse…
Angie parabéns pela coragem.te amo!!!